Digitalizar as ocorrências nas obras para um controlo de qualidade mais preciso

Digitalizar as ocorrências nas obras para um controlo de qualidade mais preciso

O ambiente de trabalho na nuvem, BIMserver.center permite gerir digitalmente os problemas que surgem durante a execução da obra, enviar fotografias dos mesmos através de dispositivos móveis, otimizar os tempos de resolução e ter a rastreabilidade das incidências reportados.

Conseguir eficiência e produtividade é um dos desafios que o sector da construção enfrenta para ser mais sustentável e menos intensivo. Para isso, a coordenação entre os agentes envolvidos é, atualmente, uma necessidade que pode ser alcançada graças à tecnologia Open BIM e ao trabalho na nuvem. A existência de ferramentas digitais que operam na nossa plataforma BIMserver.center favorece a otimização dos processos em todas as fases de construção, levando à execução de projetos com maior qualidade e menos atrasos.

Conhecer antecipadamente o material necessário que será utilizado no local para evitar o desperdício de produtos, conceber projetos mais eficientes em termos energéticos ou reduzir a quantidade de resíduos gerados, são algumas das vantagens que oferecemos aos nossos utilizadores com aplicações BIMserver.center. 

Neste momento vamos aprofundar a oportunidade que representa a digitalização das ocorrências das obras durante a fase de execução do projeto, para otimizar os tempos de resolução das mesmas e minimizar os defeitos de qualidade na fase de conclusão e receção da obra por parte do cliente.

Como podemos digitalizar as ocorrências durante a execução das obras? Aqui explicamos como fazê-lo no nosso ambiente de trabalho e destacamos as vantagens de implementar esta forma de trabalhar.

O que necessitamos para digitalizar a gestão de ocorrências na obra com o BIMserver.center

As empresas encarregadas da execução de uma construção que pretendam digitalizar as ocorrências durante o seu trabalho, para melhorar a eficiência e produtividade, devem ter o modelo do projeto que estão a realizar em formato BIM e este tem de estar alojado na nossa plataforma de nuvem. Isto facilita a entrega, monitorização e feedback de toda a documentação relacionada com o projeto. 

Para poder consultar toda esta informação, os projetistas e colaboradores envolvidos em tarefas de controlo de ocorrências devem descarregar a aplicação BIMserver.center nos seus dispositivos móveis, de modo a não dependerem de um computador. Através desta App é possível identificar, registar e enviar avisos sobre erros existentes aos membros do projeto, tanto com texto como com imagens.

Vantagens de gerir as ocorrências de forma digital

O tempo investido na resolução de problemas e ocorrências durante a fase de execução é um dos itens que consome mais dinheiro e tempo durante um projeto de construção. Com a digitalização das ocorrências de obras estes atrasos reduzem-se o máximo, permitindo uma melhor comunicação entre todos os agentes envolvidos, uma vez que toda a comunicação pode ser feita em tempo real graças à nossa plataforma.

Toda a gestão num único espaço na nuvem

O BIMserver.center permite que toda a gestão de ocorrências seja armazenada num único espaço na nuvem, estando ligada à documentação e ao modelo do próprio projeto, tanto em 2D como em 3D. É mesmo possível visualizar as ocorrências no modelo em Realidade Aumentada e Realidade Virtual.

Ao criar uma ocorrência, a pessoa responsável pode introduzi-la diretamente do seu telemóvel, acrescentando uma imagem da mesma, adicionando-a da galeria de imagens ou tirando uma fotografia com a câmara nesse momento. Desta forma, uma ocorrência detetada pode ser carregada juntamente com uma imagem para a apoiar, e também podem ser acrescentados textos e outras observações.

Toda esta informação é recolhida e é facilmente acessível a todos os agentes envolvidos que tenham acesso à informação, uma vez que outra das vantagens do BIMserver.center é que o coordenador do projeto pode dar permissões aos diferentes colaboradores de acordo com as suas responsabilidades

Comunicação multidirecional

A informação sobre as ocorrências flui multidirecionalmente em tempo real, o que significa que todos os agentes com acesso podem visualizar o estado das ocorrências, fazer comentários, atribuir tarefas, efetuar revisões, adicionar informações, etc. Desta forma, é fácil saber quem fez o quê e o que cada colaborador tem de fazer, acedendo à lista de tarefas específicas que lhe foram atribuídas.

Como esta informação é armazenada na nuvem de forma ordenada, o BIMserver.center permite aos colaboradores rever rapidamente qualquer atividade que tenha sido realizada, o que resolve outro dos principais problemas que surgem durante a fase de execução: a rastreabilidade das ocorrências

Quem esteve envolvido em quê? Quem resolveu o quê? Como é que foi resolvido? Toda a informação é registada e organizada no BIMserver.center. Esta organização de ocorrências também favorece a priorização das mesmas, dando mais importância a umas do que a outras, a fim de acelerar a execução do projeto.

Adiantar a fase de aceitação da obra

Sem qualquer dúvida, a fase de receção é a mais delicada de todo o processo, pois é o momento em que o cliente dá ou não luz verde ao projeto realizado. Surgem deficiências ou erros de construção que o cliente não aceita, pelo que devem ser resolvidos de modo a concluir a obra com sucesso. Para minimizar estes problemas e acelerar os tempos de atraso, é muito útil registar digitalmente todos as ocorrências reportadas para facilitar a revisão final antes da entrega da obra, fazendo um controlo de qualidade muito preciso para satisfazer as necessidades e exigências do cliente.

Também na fase conceção

Embora neste artigo nos tenhamos concentrado no registo de ocorrências durante a fase de construção, gostaríamos também de salientar que as nossas soluções são também utilizadas durante a fase de conceção e cálculo para otimizar os processos durante a execução do projeto e minimizar os erros. Convidamo-lo a ler o nosso artigo “BIMserver.center incorpora uma nova aplicação para indicar as incidências nos modelos BIM.

mm
Partilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Mais artigos