A realidade aumentada e realidade virtual no setor da arquitetura e construção: quando e como tirar partido delas

A realidade aumentada e realidade virtual no setor da arquitetura e construção: quando e como tirar partido delas

A partir do BIMserver.center acabamos de lançar a aplicação para poder ver os projetos, alojados na nossa plataforma, em realidade virtual. Desta forma, o BIMserver.center oferece agora a todos os utilizadores a possibilidade de verem o seu trabalho tanto em realidade aumentada como em realidade virtual, colocando nas suas mãos um conjunto de soluções digitais de ponta que permitem melhorar os seus projetos, ser mais eficientes e reduzir a margem de erro.

Por esta razão, vamos descrever algumas das características destas duas "realidades", analisar em que fases do projeto a sua utilização é mais apropriada e compreender como podem ajudar-nos no nosso trabalho profissional.

A realidade virtual: uma experiência imersiva

A realidade virtual é uma tecnologia que permite ao utilizador interagir com um ambiente que só existe através de um computador. O que requer a utilização de dispositivos especiais como os óculos de realidade virtual, para que os utilizadores experienciem a sensação de estarem dentro do que estão a ver.

Popular em sectores como os videojogos e cada vez mais presente na medicina, indústria ou logística, o sector da construção e da edificação está gradualmente a incorporar a realidade virtual no seu processo de transformação digital. Entre as chaves para a utilização desta tecnologia na construção, encontramos:

  • A realidade virtual é muito útil na fase do projeto e na fase de promoção do edifício, pois permite aos projetistas, construtores e clientes simular e visualizar um ambiente realista na fase de projeto, antes da sua construção.
  • É um excelente recurso para a apresentação e prescrição. A realidade virtual permite aos promotores e empresas imobiliárias mostrar aos seus potenciais compradores o imóvel e fazer uma primeira abordagem com uma visita em realidade virtual, de forma imersiva, podendo ver 100% de cada espaço de acordo com os seus interesses. 
  • Deteção de falhas. Durante a fase de construção surgem problemas imprevistos. A realidade virtual permite que o desenho do projeto ganhe vida, tornando possível visualizar todo o edifício de qualquer ângulo, em tamanho real e mesmo poder mover-se por cada canto para detetar problemas ocultos
  • Maior coordenação entre os técnicos participantes. Os membros da equipa podem reunir-se numa sala virtual, independentemente da sua localização, e ultrapassar todas as limitações físicas melhorando a comunicação durante o trabalho.

Realidade aumentada: melhor compreensão do projeto

A realidade aumentada pode ser utilizada em todas as fases, com um impacto especial quando o projeto já tiver iniciado. Com um smartphone ou tablet, os projetistas podem fundir documentação técnica e modelos 3D com imagens do projeto em tempo real, sobrepondo à realidade diferentes camadas que nos ajudarão a realizar um melhor trabalho.

Algumas das vantagens da realidade aumentada (pode encontrar mais informações no nosso post “Usos e benefícios da realidade aumentada no sector AEC”) na construção são:

  • Antecipar problemas. Na fase de projeto, a realidade aumentada ajuda a melhorar a qualidade do projeto e a antecipar problemas.
  • Melhor compreensão do projeto. A realidade aumentada proporciona uma visão mais exata do que está a ser construído, bem como de todas as camadas de materiais e instalações. Através da realidade aumentada, os colaboradores da obra têm uma solução que facilita o processo de construção e reduz a possibilidade de erros.
  • Facilidade de planeamento. A realidade aumentada permite comparar a realidade da obra com as informações de planeamento contidas no projeto porque permite a visualização de modelos 3D antes e durante o processo de construção. Desta forma, facilita o planeamento, evita erros e reduz os custos de construção.
  • Fazer simulações. A realidade aumentada facilita simulações de processos tais como a propagação de incêndios, processos de evacuação, fluxos de tráfego de pessoas, etc.
  • Melhoria do controlo de qualidade. A realidade aumentada também oferece muitos benefícios na fase de inspeção da obra, uma vez que os responsáveis podem antecipar possíveis inconsistências antes que elas aconteçam. Neste sentido, é possível verificar geometrias, aceder a informação "in situ" e pode mesmo ser utilizada em trabalhos de manutenção para evitar, por exemplo, a perfuração sobre uma máquina de ar condicionado.
  • Promoção e marketing. A realidade aumentada é também uma opção interessante para promover e vender um projeto porque é uma ferramenta de marketing acessível que pode ser utilizada em dispositivos móveis e não depende de outras soluções, tais como os óculos de realidade virtual.

Incidências em obras com a app do BIMserver.center

A utilização da realidade aumentada pode também ser combinada com outras ferramentas disponíveis na app do BIMserver.center, e estabelecer entre elas uma comunicação direta entre "campo e modelo", potenciando deste modo as soluções que os projetistas têm nas suas mãos para melhorar os projetos. Entre estas possibilidades está a ligação com a aplicação Open BIM Model Checker (Clash Detection), graças à qual se podem introduzir incidências na app do BIMserver.center e enviá-las para os restantes agentes envolvidos no projeto, que poderão visualizar os problemas em realidade aumentada e encontrar a respetiva solução.

mm
Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais artigos

O uso da tecnologia BIMserver.center em projetos de inovação

A tecnologia do BIMserver.center está sendo aplicada em iniciativas internacionais relacionadas com a educação, eficiência e reabilitação energética de edifícios e bairros e inteligência artificial, apoiando a digitalizazação do setor da construção