O uso da tecnologia BIMserver.center em projetos de inovação

O uso da tecnologia BIMserver.center em projetos de inovação

A tecnologia do BIMserver.center está sendo aplicada em iniciativas internacionais relacionadas com a educação, eficiência e reabilitação energética de edifícios e bairros e inteligência artificial, apoiando a digitalizazação do setor da construção

A colaboração com entidades em mais de uma dúzia de países permite-nos continuar a melhorar e oferecer uma plataforma versátil adaptada às necessidades de técnicos e projetistas em diferentes áreas geográficas

Desde o lançamento da plataforma BIMserver.center em 2016, a nossa tecnologia tem sido utilizada e implementada em diferentes projetos de investigação com o objetivo de digitalizar o setor da construção e ajudar a reduzir as emissões de dióxido de carbono provenientes desta atividade econômica.

Sendo uma das plataformas na nuvem mais utilizadas pelos profissionais do setor para trabalhar com uma metodologia de trabalho Open BIM, a tecnologia do BIMserver.center está sendo aplicada a diferentes iniciativas inovadoras para responder à transformação digital que o setor da arquitetura, engenharia e construção está vivendo atualmente. Mais especificamente, está sendo implementada em projetos focados na eficiência energética, na reabilitação de edifícios e bairros e em iniciativas para fins educativos.

Nos pontos à seguir apresentamos uma compilação de alguns dos projetos de investigação em que estamos envolvidos:

SATO - Autoavaliação no sentido da otimização energética em edifícios

O projeto SATO (Self Assessment Towards Optimization of Building Energy) está utilizando a nossa tecnologia para desenvolver uma plataforma na nuvem que otimiza e autoavalia em tempo real a eficiência dos equipamentos e dispositivos que consomem energia num edifício, e pode detectar quaisquer falhas que possam ter. 

Financiado pelo programa Horizon 2020-EU.3.3.1. Reducing energy consumption and carbon footprint by smart and sustainable use, este projeto envolve associações, empresas e universidades de sete países: Portugal, Dinamarca, Itália, Espanha, Grécia, Suíça e Áustria.

CircularBIM - Estratégias económicas circulares ligadas ao sector da construção

Neste projecto, a tecnologia BIMserver.center é utilizada como base para o desenvolvimento de uma plataforma de colaboração educativa aberta onde os utilizadores podem encontrar informação sobre construção ecológica, técnicas de utilização e reutilização de materiais de construção, redução de resíduos, entre outros. A plataforma baseia-se na tecnologia BIM e incluirá também software para implementar técnicas de reutilização de materiais de construção utilizados em edifícios.

Circular BIM é um projeto que faz parte do Programa Erasmus+ da União Europeia (UE) que visa apoiar iniciativas para o desenvolvimento sustentável dos países parceiros no domínio do ensino superior e da formação. A iniciativa envolve entidades de Espanha, Romênia e Portugal.

BIM-SPEED Project Visual

BIM-SPEED - Gestão de informação do Edifícios para renovação energética eficiente

O objetivo do BIM-SPEED é aumentar a utilização de metodologias BIM na renovação integral de edifícios para melhorar a eficiência energética. Para este fim, o nosso know-how tecnológico está sendo utilizado e adaptado para desenvolver uma plataforma baseada na nuvem para otimizar todo este trabalho e que irá integrar um conjunto de ferramentas BIM interoperáveis para tornar os edifícios mais sustentáveis.

Este projeto, incluído no H2020-EU.2.1.5.2. - Technologies enabling energy-efficient systems and energy-efficient buildings with a low environmental impact, envolve atores de oito países: Espanha, França, Itália, Bélgica, Alemanha, Polónia, Roménia e Bulgária.

RenoZEB - Acelerador de soluções construtivas para renovação de edifícios e bairros de consumo de energia zero

O principal objetivo deste projeto é impulsionar o setor da renovação de edifícios, aplicando critérios que transformem os edifícios em edifícios de energia quase nula (nZEB). Para o conseguir, o BIMserver.center fornece aos seus utilizadores o software Open BIM RenoZEB - Focchi Facades, que permite projetar uma fachada com o sistema de painéis "plug and play" para a reabilitação de edifícios da empresa italiana Focchi seguindo os critérios de eficiência dos edifícios NZEB, estabelecendo desde a fase de projeto o número de painéis necessários para cada projeto de reabilitação, o tamanho de cada um deles, as medidas e o orçamento.

O projeto de pesquisa RenoZEB faz parte do programa estratégico da União Europeia Horizon 2020, no qual participam 15 organizações de nove países: Espanha, Itália, Alemanha, Chipre, Reino Unido, Bulgária, Estônia, França e Bélgica.

BIM Saves Energy - Métodos de planeamento BIM para assegurar a eficiência energética no processo de construção

Neste projeto de investigação, estamos a contribuir com a nossa experiência no desenvolvimento de uma plataforma para verificar e quantificar especificamente o impacto das decisões de eficiência energética num projeto de construção durante as fases de planeamento e gestão do projeto. Para o efeito, ajudamos no desenvolvimento da uma comunicação bidirecional entre os profissionais envolvidos no projeto para que não sofram qualquer perda de informação.

Esta pesquisa é liderada pelo Austrian Institute of Technology (AIT) e conta com a participação das empresas austríacas Clean Energy Solutions (CES) e Bauunternehmung GRANIT Gesellschaft, a suíça ISIS Papyrus Europe AG e a CYPE.

3DCONS - Novos processos de construção através da impressão 3D

O objetivo do 3D CONS é introduzir a tecnologia de impressão 3D no sector da construção e reabilitação. O BIMserver.center colaborou na criação de uma tecnologia totalmente nova baseada em BIM para a caracterização construtiva e energética que supera as atuais restrições à construção "multicamadas" e de "catálogo".

O projeto CIEN 3DCONS, com um orçamento de 8 milhões de euros cofinanciado pelo Ministerio de Economía y Competitividad e o Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI), ocorreu entre 2015 e 2019.

mm
Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mais artigos